Solidão, quem pode evitar?
Amor, amor mesmo, nunca deixou de ser. Mas acontece que ficou uma mágoa tão grande, mas tão grande, que eu nem sabia que cabia uma mágoa desse tamanho aqui dentro. E eu não consigo expulsá-la... Eu te amei mais do que a qualquer pessoa que julguei ter amado demais, mas ficou uma sensação dolorida aqui dentro, como se a ferida tivesse exposta, e isso me faz querer fugir de encostar nela, entende? Admitir esse amor me dói, me faz lembrar de todas as coisas que eu sonhei, de todas as coisas que eu vivi, e de todas as coisas impossíveis que ainda quero todo dia. Ah, minha pequena, me perdoa; mas entende que algumas coisas nem eu nem você vamos poder mudar. A vida passou e o que a gente sonhou virou só histórias escritas em um caderno de colégio. Mas eu ainda estou aqui - pra você sempre vou estar - só não quero mais lutar, nem sonhar, nem deixar esse sentimento me destruir.


Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics