Insônia

São cinco horas da manhã e eu ainda não consegui dormir, tenho sonhado com você há três noites consecutivas. Eu não sei o que fazer. Já assisti todos os meus filmes, e reli os meus livros preferidos, já é quase dia e eu não consigo parar de ver aquela cena, a primeira vez que permaneci acordada uma noite inteira até ver o sol nascer... Já vão se fazer três anos e eu ainda me lembro. Foi também a primeira vez que te olhei encantada, a primeira vez que te beijei. Naquela calçada, um pouco embriagados, ríamos de tudo e não importava que os carros tivessem os faróis ainda acesos ofuscando nossa visão.
Eu sinto sua falta...


"Ontem à noite eu conheci uma guria, já era tarde, era quase dia; era o princípio de um precipício, era o meu corpo que caía. Ontem a noite, a noite tava fria, tudo queimava mas nada aquecia. Quando ela apareceu parecia tão sozinha, parecia que era minha aquela solidão. Eu conheci uma guria que eu já conhecia, de outros carnavais, com outras fantasias, quando ela apareceu parecia tão sozinha, parecia que era minha aquela solidão." E.H.

Conexão

Eu não quero alguém que, num primeiro encontro, não faça nada além de me erotizar. Alguém que, na primeira troca de mensagens, me pergunte o que estou vestindo, e insista em pedir fotos, "Ah, uma um pouco mais sensual, vai", "Uma de corpo inteiro", "Manda de pijama, huuum."...
Quero distância de gente que, antes mesmo do primeiro beijo, me diga grotescamente o quanto minha cintura e meu cabelo atiçam a imaginação e force a barra insistentemente.
Eu quero gente gostosa. Gostosa de conversar, gostosa de abraçar, gostosa de rir junto. Gente que embala e faz o dia passar depressa, que não constrange com cantadas mecânicas. Quero gente que repare nos meus olhos e nos meus assuntos pra ver se gosta ou não gosta de mim, que cai fora quando não flui, que fica quando se sente em casa, não importa se a conversa vai dar num boteco, num cinema, ou na minha cama.
Eu quero naturalidade, quero vibração, quero um beijo que seja como se já tivesse acontecido milhares de outras vezes antes mesmo de ter existido.
Quero gente que se importa com a química da alma, que me deseje pelo meu cheiro, pela minha inteligência, pela nossa conexão, que me toque com carinho e não por egocentrismo e pela necessidade de se auto afirmar sexualmente.
Quero gente que respeite o meu não, e, principalmente, gente que respeite o meu sim. Que entenda que eu não sou um pedaço de carne e gosto de sexo tanto quanto qualquer um, que também espere que ele seja parte de um contexto, que tenha paixão, intimidade. Não me importo que seja por uma noite ou por um mês ou por uma vida inteira. Só me importo que seja completo.
Só vale a pena se for incrível.

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics