FELIZ 2012 PARA TODOS GATINHOS E GATINHAS VISITANTES DO MEU BLOG! 
(Não se preocupem Gabriela Alves, Sara Cristina, Amanda Cunha e Danielle Santos, um feliz ano novo pras feiinhas também kkkkk )

'Porque juntas somos INDESTRUTÍVEIS.

Eu tento planejar friamente mas qualquer coisa é sempre um motivo para adiar. Quando é que eu vou conseguir jogar fora esse medo e aliviar meu coração?



Falta apenas um dia para o fim de 2011. Prefiro não pensar no que fiz e no que deixei de fazer, pra não provocar saudades e arrependimentos. Então, que venha 2012 !

'Acreditem em mim: É melhor nunca ter do que ter e depois perder.

Nem me viu tentando não chorar... "


Ela: Boa noite! Tudo bem?
O amigo: Sim e com você?
Ela: Também. O que tá fazendo?
O amigo: Estou na rua com o Fulano.
Ela: E.. como ele está?
O amigo: Ele me disse que está muito feliz, que a vida dele está mudando;
Ela: Fico feliz!


(Mas é uma grande mentira, o coração se aperta e ela pensa o quanto ele estaria feliz. Se seria o suficiente para esquecê-la. Pensa em todas as vezes que, enquanto ela se divertia, ele ficava à deriva pensando no que podia acontecer. E pensa quanto tempo se passou e a maneira como o jogo virou. Que qualquer um pode se tornar o perdedor. Ou sofredor. Também é mentira que ela está bem. Ela sente saudades. Ela se sente triste e sozinha, e um pouco rejeitada, e quando a conversa acaba, ela chora durante toda a noite. E tem cada vez mais certeza de que sempre estará só.)



Estou me sentindo meio estranha, mas o amor se sobrepõe à tudo. A vontade de decifrar teu coração é maior, é superior, e não me deixa saber se a culpa deveria existir. A sensação de injustiça está começando a desaparecer, agora que tenho um refúgio, que terei todos os dias pedaços de você. Somos amigas, as melhores, e faz sentido que tenhamos nossos corações abertos uma à outra mesmo quando a distância não permitir.
Cinderelas Compulsivas ♥



" Sua consciência não vai te deixar dormir "

E não deixa meesmo :(


Não compreendo como posso me sentir desse jeito. Essa angústia... Há quanto tempo? Nem me dei conta de como estava ligada a você. Olhar para a tela por horas... Mesmo sabendo que sua janelinha não vai subir. Olhando para o celular de quantos em quantos minutos? Cinco? Talvez de dois em dois. Mesmo sabendo que você não vai ligar, não vai mandar as mensagens de sempre, não vai dizer que sente minha falta.
Nem me dei conta de como a noite passou enquanto eu chorava. O dia amanheceu e eu ainda estava ali, abraçada com meu travesseiro vermelho, inundado de lágrimas, com mil coisas na cabeça. Achei algumas soluções, depois sumiram todas e tudo pareceu insolucionável. Encontrei algumas hipóteses, mas cada uma doía mais que a outra e eu tentava parar de pensar mas não conseguia.
Não compreendo como posso estar aqui desse jeito. Com o coração na mão, com medo de te perder. Imaginando se um outro alguém terá um dia todo seu carinho e se até lá isso ainda vai me doer. 
Esse vazio... Desde quando? Desde quando era você que havia passado a me preencher?


"Eu quis você pra ficar... Eu quis sumir, te esquecer, quis morrer, quis te ligar..."

Definição Perfeita

"(...)Quando você cria um blog, você não faz ideia da suas intenções e nem imagina o que fará dele. Um diário, um livro, uma revista informativa, uma rede social? Não sei! Mas você vai escrevendo, vai postando, vai se empolgando, vai vivendo... Chega o momento que ele vira parte de você e como parte sua você precisa cuidar dele e dedicar tempo e vida. Aí meu amigo, tudo começa a fazer sentido(...)"
Ynaê Yanomami

"Da noite pro dia, nem sabia que aquela seria a última vez que a via..."


Enquanto a gente não se perder, a gente nunca vai parar de se machucar.
Como eu pude me deixar atingir por você da mesma maneira que ele me atingiu todos aqueles anos? Ele era um amigo, o melhor, e se aproveitou disso pra usar todas as minhas fraquezas contra mim. Ele me magoou, me humilhou, me fez me sentir esse lixo que hoje eu realmente sou.
E você me conhece talvez melhor que ele. E me despedaçou.  Tá doendo muito, e logo agora, que eu tinha planos diferentes pra toda essa história. Você foi bastante grosso, e isso dói em contraste com a maneira que sempre nos tratamos. Todas essas coisas não passam de um reflexo de tudo o que eu faço. Um reflexo desse lixo imundo que eu sou. E dói mais ainda. Eu sempre quis te ver feliz, mas nunca cogitei que pra isso você deveria estar completamente desligado de mim.
Estou de volta à minha vida medíocre e infeliz. Cheia dos meus problemas inúteis, dos meus desejos impossíveis e das minhas doenças. Doente da alma. Doente do corpo. Doente do coração. Meu lado egoísta não queria que fosse assim, mas boa sorte pra você. Não vai ser diferente pra mim. De volta aos meus caminhos marcados, à minha sina de lágrimas e indecisões.
Não quero mais voltar. Achei que podia encontrar segurança, que ainda tinha o direito de possuir um alicerce, uma salvação, porém me enganei e não tenho mais nada. Prefiro ficar aqui, onde as dores são mais previsíveis, e as pessoas também. Prefiro ficar e padecer sozinha. Guardar sozinha essa destruição pra evitar que os destroços se espalhem.
Você tinha o direito. Tinha mesmo. Mas eu não imaginei que fosse doer tanto. Conheci um lado seu que nunca tinha visto e esse lado é muito seguro. E não precisa de mim. Ninguém precisa de mim. Na realidade sou eu que causo isso e por isso não tenho ninguém. Eu espanto as pessoas e as machuco às vezes. Eu sou um amontoado de podridão. E no final das contas, eu mereço mais do que ninguém essa minha solidão.







"Nem olhando assim
mais perto
Consigo ver porque
tá tudo tão incerto..."

Eu achei que você tivesse reparado, mas é difícil quando não se quer enxergar. Eu estou lutando, estou nadando pra me afastar, e quando é que isso vai te fazer alguma diferença?
Dói ver que nada em mim se faz necessário pra você, e essa dor me impulsiona a fugir, eu quero estar mais longe, menos ligada, mas a correnteza me puxa de volta e me vejo desesperada.
Me agarro as margens, à tudo o que pode estar ao meu alcance, e você não está olhando quando me afogo no caminho de volta. Só sente a minha presença e acredita que pra sempre vou estar ali.
Diz que eu reclamo demais, mas será que não sabe que eu estava tentando? Tentando tirar de mim todo esse sofrimento e solucioná-lo de alguma forma? Mas todas as vezes foram sempre iguais, e cheguei à conclusão que não dá mais. Eu não queria concluir coisa nenhuma, mas a vida me obriga a enxergar que nada mais vai se solucionar.
Não espero mais te ver lutar e me pedir pra ficar, mas queria ao menos ver nos seus olhos que também vai sofrer quando tudo se perder. Que eu não vivi sozinha por todos esses anos, lutando sozinha por um amor que talvez nem existiu.
Eu enxergo um fim, você diz que não pode ver. Não tem medo que o fim chegue pra mim e não chegue pra você? 


'Não consegue ver que acabou, não quer desistir mais deste amor
Mas tudo que vê é o que sou, não me peça mais do que eu te dou ♫



Sinto saudades da minha paz e da minha casa. Do meu silêncio, da minha quase independência. Saudades de deitar no meio da sala sem ninguém pra me mandar sair do caminho. De fechar a porta nos meus dias de TPM e decidir simplesmente não ver ninguém.
Saudades de sair e chegar e sair de novo, sem satisfações. E levar a chave. E encontrar tudo exatamente da maneira como eu deixei.
Saudade de não me preocupar em agradar; queimar o arroz, salgar o purê, cortar a carne em tamanhos diferentes. Até tudo dar certo e sair do jeito que eu quero. Sem cobranças. Com calma.
Sinto falta de receber minhas amigas e conversar sem pudor; na sala. De ir no banheiro com a porta aberta e dormir com a TV ligada. De, de vez em quando, gostar da minha solidão.
Saudades de ligar o som e dançar no meio da sala ou da cozinha, de gritar, cantar, chorar. E não ter que dar explicação nenhuma. E não me sentir louca. De organizar a estante, com tão pouca coisa, do meu jeito, com meu toque de menina e meus adesivos na parede.
Ah, que saudade da minha vidinha de filme da sessão da tarde que criei pra mim, alheia de um mundo tão diferente e perturbado.

'E é principalmente isso que te faz insubstituível. Ser a única que me faz sentir única.

Love u ♥

'Como eu posso me arriscar a abandonar tudo por alguém tão instável como você?



(POST)
'Um gesto, e todo o sonho aceso dentro de mim.


(POST)

- Porque você a ama?






Porque cada vez que tento ficar longe dela percebo que isso me machuca cada vez maiis... Tento encontrar motivos para esquecê-la, mas nunca consigo, ela eh tudo pra mim, mesmo que aconteça essas coisas que acontecem com a gente, ela eh meu tudo, a única pessoa a que eu confiaria minha vida, mesmo estando tão longe 









(POST)
'Estamos no mesmo caminho. Mas de lados opostos dele.


(POST)


"Por que você não deixa de delirar com o outro? Não há decepção. Toda miragem não tem engarrafamento. Ele é parte de sua fantasia e dificilmente vai recusar sua imaginação. Não se conheceram mais a fundo, não experimentaram dilemas domésticos, não sofreram as agruras da urgência. Ele é perfeito pois não existe."

(Fabrício Carpinejar)



(POST)

A resposta do meu coração.


- Ano que vem vai ser tudo diferente.




Mas você sabe que nunca vai. Sabe que o que é sempre não tem exceção. Você nunca vai conseguir adquirir um novo coração. A última hora, o último momento, se não nenhum. Sempre há outro segundo mais importante que o meu.
Pegue as suas promessas, suma com elas, por favor, eu não preciso que me ajude nessa de me iludir, pois já sei fazer isso sozinha com perfeição.
Vai ser tudo igual, como sempre foi, mesmo em todas as vezes em que realmente acreditei que podia mudar.
Se nunca mereci sua dedicação, porque justamente agora ia merecer, se não mudei nada e nem você?

- É foda deixar que as suas vontades e sonhos dependam de um outro alguém. Nem sempre esse alguém se importa.


'A magia do natal me contagia.






'Para todos vocês, um *FELIZ NATAL*, cheio de muitas alegrias; E que nesse dia todos possam ter no coração o espírito natalino, e estarem abertos para o amor e para o perdão.


'Nunca se deve desistir do AMOR. Mas aprenda qual a hora de desistir de um ALGUÉM.




- COVARDE!



"Mulher não desiste, se cansa. A gente tem essa coisa de ir até o fim, esgotar todas as possibilidades, pagar pra ver. A gente paga mesmo. Paga caro, com juros e até parcelado. Mas não tem preço sair de cabeça erguida, sem culpa, sem ‘E se.’
A gente completa o percurso e às vezes fica até andando em círculos, mas quando a gente muda de caminho, meu amigo, é fim de jogo pra você."



(Autor Desconhecido)



'Sei que é verdadeiro. E só você mesma se preocuparia com coisas tão essenciais pra mim.
Mais que um presente. E você entende tanto quanto eu.



"Vai ver a gente não conhece o amor direito..." (♫)




'Não seria exatamente um defeito. Mas sabe uma coisa que realmente faz muita falta? Só queria um pouco mais de romantismo. Mas não combina com você. Nunca vai poder satisfazer meu coração.


"(...)Eu amanheço, eu estremeço, eu enlouqueço
Eu te cavalgo embaixo do cair
Da chuva eu reconheço...
Estar assim, sentir assim
Turbilhão de sensações dentro de mim
Eu me aqueço, eu endureço
Eu me derreto, eu evaporo
Eu caio em forma de chuva
Agora sou um vento só, a escuridão
Eu virei pó, fotografia,
Sou lembrança do passado..."
(Paula Fernandes)

'Aquela sensação... Difícil explicar, difícil resistir. Um arrepio no corpo, um gelo no coração.
Um beijo meio desesperado, um desejo recriminado.
"...Você me faz sentir de novo o que eu já não sentia mais... "
...E você continua ausente,
apesar de tudo e de todas as vezes
que isso veio à tona.
Finge que se importa,
mas alguns dias são suficientes
pra sair da sua memória.
E tudo continua igual.
'Decepcionada.
Mais uma vez (Y)




'Não sei se na verdade eu sou burra ou simplesmente egoísta mesmo. Eu me sinto mal por tantas coisas mas mesmo assim reluto em parar de fazê-las. Eu sinto no ar o estrago que causei, e isso me dói as vezes. E ainda assim não consigo escolher. Não consigo deixar. Não consigo seguir. Não consigo. Espero que um dia as pessoas me perdoem por tudo de mal que causei, e espero que eu não tenha que pagar por isso da pior maneira possível. Eu tento me sentir em paz mas me sinto um monstro. E continuo trilhando o mesmo caminho.

‎Estar carente é meio como estar bêbado. A gente diz coisas, faz coisas e deseja pessoas. Tudo sem cabimento algum.



'Não espere
eu ir embora
pra perceber
que você me adora."

Seja que eu já posso enlouquecer, ou devo apenas sorrir?



'Não importa o quanto amor tenha te machucado no passado. Um novo amor não tem nada a ver com isso. Todas as mentiras e todas as mágoas...  Ignore. Um outro alguém não tem absolutamente nada com isso. Não despreze o amor por não ter sido correspondida um dia. Cada pessoa é diferente e única. Não julgue um pelos erros do outro.

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics