Diário de um Soldado

"Ontem eu falei na Rádio Primitiva (em Goiânia) sobre a Felicidade. Eu disse que a luta do inimigo sempre será para me dizer que o que eu tenho não é suficiente para me fazer feliz. Não importa o quanto eu tenha. Se pouco, se muito, se quase nada ou se quase tudo; o inimigo sempre tentará me fazer acreditar que o que eu tenho não é suficientemente capaz de me fazer feliz. Se eu sou casado, ele tentará me dizer que meu parceiro não é suficiente, se sou solteiro, ele dirá que um solteiro jamais será feliz – sempre, na ótica do meu inimigo – faltará algo para mim! Deus criou o desejo de progresso e o inimigo transformou isto em ganância. O desejo de progresso existe para os gratos e satisfeitos com o que já tem, mas buscam crescer. A ganância manipula a vida de seu escravo ganancioso e diz o tempo todo a ele, que um dia ele se satisfará, mas o que ele tem agora (não importa quanto seja) não é capaz de lhe realizar como pessoa. Para terminar, apenas digo: valorize o que você tem, pois é possível ser feliz com isto. É a sua família cheia de problemas que te realiza. É o emprego de salário mínimo, o carrinho já usado, os dias quase sempre iguais, os pepinos do dia a dia. Sim, a felicidade está escondida atrás de todas estas coisas. Os que apenas desejam progredir a encontra, os gananciosos as atropela e não conseguem vê-las. Eu estou feliz vida por tudo que o Senhor tem nos dado, não é muito, mas é tudo que eu preciso para dizer...Sim, eu sou feliz!
Alguém estar triste sempre será algo muito sério. Se não há nenhum motivo aparente e mesmo assim você está se sentindo triste, pare e pense. Você pode estar sofrendo um ataque de algum tipo de inimigo invisível."


Thiago Mendes

Como o Papai Noel se vestiu de vermelho


Estudiosos afirmam que a figura do bom velhinho foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas.
Foi transformado em santo (São Nicolau) após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele.
A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.
Até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno na cor marrom ou verde escura. Em 1886, o cartunista alemão Thomas Nast criou uma nova imagem para o bom velhinho. A roupa nas cores vermelha e branca, com cinto preto, criada por Nast foi apresentada na revista Harper’s Weeklys neste mesmo ano.
Em 1931, uma campanha publicitária da Coca-Cola mostrou o Papai Noel com o mesmo figurino criado por Nast, que também eram as cores do refrigerante. A campanha publicitária fez um grande sucesso, ajudando a espalhar a nova imagem do Papai Noel pelo mundo.

'

Tinha um pintinho que tinha tanto cabelo no cu, que foi peidar e morreu chicoteado.
Fim.

Me perdoa por te sufocar

E se eu tiver uma chance de me defender, eu vou dizer que eu amo você...
Se eu puder me justificar por todo esse excesso e toda essa loucura, eu vou dizer que tudo não passa de um amor desmedido, bonito, mas que tomou proporções inesperadas.
Se você puder me escutar dessa vez, ao menos dessa vez, e não achar que estou dizendo apenas bobagens, como sempre faço, eu vou olhar nos seus olhos sinceramente e pedir perdão. Perdão por ser dessa maneira, por te sufocar, por ser essa pessoa louca e impulsiva e atropelar toda a ordem das coisas.
Já não é o bastante falar, pois as palavras saem sempre tão desconexas da minha boca, e não atraem mais atenção, quem fala demais perde créditos. Então eu quero que você olhe nos meus olhos, que você confie em mim, que saiba que dessa vez eu estou disposta a falar muito sério, sem deixar que o nervosismo me suba a cabeça, ou o desespero.

Me perdoa se sou egoísta demais...
Me perdoa se eu choro por tudo, e não tenho maturidade para lidar com os problemas...
Me perdoa por ter exagerado em cuidados, e ter acabado por te sufocar...
E se eu tiver apenas mais uma chance, uma chance para que você me dê ouvidos, eu vou dizer que tudo que fiz, foi porque amo você, e vou deixar o egoísmo de lado (dessa vez) e esperar que você me perdoe para que eu realmente mude e a gente seja feliz.

Confusa

E quanto mais tentei me encontrar, mais eu me perdi nos meus próprios passos.
Quanto mais busquei entender, mais confusa fiquei.
Não quero mais compreender, analisar, agora quero simplesmente ver a vida rolar... do jeito que tiver de ser.
Tenho me sentido estranha ultimamente, mas não como de costume, que de tão frequente nem me surpreende mais. Tenho me sentido estranhamente mutável. Um pedaço mal feito de gente, vulnerável.
É que me sinto meio assim, faltando um pedaço. A cada manhã que eu acordo explode um vazio em meu peito e meu corpo gela por inteiro. E a cada dia tento preenchê-lo com uma situação diferente, um pensamento diferente, uma paranóia.
Mas no final da noite, está lá, aquele espaço vago, aquele pedaço que deveria ter um sentido. Mas não tem.
Nenhuma palavra pode descrever oq sinto.

'







Quero vive-lo aqui ao sonho,
até que a solidão sufoque,
a imaginação se canse
e os olhos parem de projeta-lo...

(POST)

"A ti, Senhor, toda honra e toda glória."



Quando as pedras do caminho me parecem duras demais, e eu paro e penso em desistir, é Nele que eu encontro forças, ânimo para lutar e saber que minha vida tem um propósito que jamais abrirei mão.
Muitas vezes eu me sinto perdida, e pareço estar em um labirinto sem fim, mas o Senhor me protege e me guia, e eu sempre posso confiar no amor Dele.


E jamais estarei sozinha enquanto tiver Deus em meu coração.

Sempre que chove eu penso eim você.
Agr tá chovendo bastante.

(POST)

Voltar no Tempo

É tudo como uma tarde de molecagem em cima da árvore...
Como um banco com vista para as estrelas em plena noite de terça feira...
Como frio de desculpa pra ficar mais perto...
Como tardes na grama com risos e chocolate...
Como fuga, medo, aventura, frio na barriga...
Como sentir e não entender, querer fugir do sentimento e não conseguir...
Como planejar detalhes, sonhar com cenas, ensaiar atitudes...
Essa sensação é como viver de uma vez só todos os momentos simples e lindos...
Esse vento é como recordar sua respiração em meu ouvido e o barulho dos seus passos no caminho de casa...
Como os olhos vagando a sua procura por todas as ruas...
É como sentir você aqui, agora, e ouvir seu riso...
Fecho os olhos e é como correr pra se esconder pelas ruas numa noite sem energia...
Essa palpitação é como a incerteza, os dedos cruzados, o desejo...
Como tentar aquietar o coração pra que você não percebesse a rapidez com que ele batia...
Como beijar de novo nosso primeiro beijo...
Esse clima é como rever num filme toda a nossa história, e sentir certeza de que ela vale muito a pena...
Como pausar e voltar esse filme várias vezes, pra sentir aquele gelo ao ver sua mão escorregando medrosa no meu rosto pela primeira vez, ou alisando a nuca na tentativa de um beijo, ou mesmo para ver novamente a maneira apaixonada como seus olhos me olharam e sentir a maneira apaixonada como minhas mãos tremeram...
É tudo como me apaixonar de novo, e viver do começo tudo que eu não quero que tenha um fim.

'


Se quer ser grande, fracasse e continue de pé, faça todos se perguntarem porque você ainda está sorrindo.

Ana Carolina - Confesso

Confesso acordei achando tudo indiferente
Verdade acabei sentindo cada dia igual
Quem sabe isso passa, sendo eu tão inconstante
Quem sabe o amor tenha chegado ao final
Não vou dizer que tudo é banalidade
Ainda há surpresas mas eu sempre quero mais
É mesmo exagero, vaidade!
Eu não te dou sossego, eu não me deixo em paz
Não vou pedir a porta aberta, é como olhar pra trás
Não vou mentir em tudo que falei, eu sou capaz
Não vou roubar teu tempo, eu já roubei demais
Tanta coisa foi acumulando em nossa vida
Eu fui sentindo falta de um vão pra me esconder
Aos poucos fui ficando mesmo sem saída
Perder o vazio é empobrecer
Não vou querer ser o dono da verdade
Também tenho saudade mas já são quatro e tal
Talvez eu passe um tempo longe da cidade
Quem sabe eu volte cedo ou não volte mais
Não vou pedir a porta aberta, é como olhar pra trás
Não vou mentir em tudo que falei, eu sou capaz
Não vou roubar teu tempo, eu já roubei demais
Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics