---






'

Vem, deita no meu colo,
me faz de travesseiro,
tudo é tão perfeito

do modo que a gente faz...
'

Tão Sua


 E no seu abraço eu me encontro, eu encontro a minha paz e o sono de várias noites perdidas em mágoas...
Eu sinto que no seu carinho tudo faz sentido. A vida, as pessoas, os sentimentos, o passado, o futuro e o agora.
Por mais que a vida tenha me tornado turbulenta, e essa turbulência afete diretamente o nosso namoro, há sempre a calmaria para refazer os meus pedaços e me dar uma boa dose de felicidade.
E, ah, se eu pudesse, se eu conseguisse expressar o que se passa dentro de mim quando eu sinto em nós a cumplicidade, a amizade, a sintonia... Mas é inexplicável.
Pequenos momentos, pequenas coisas de repente acendem o brilho do meu olhar. Um carinho, um afago, aquele mimo que só você sabe me fazer basta para ganhar o meu dia.
Eu poderia passar dias e noites corridos com você aqui, juntinhos observando a lua ou apenas te olhando.
Quando me reapaixono assim, loucamente, por você, suspiro aliviada por você ser tão meu.
Nada que eu escreva aqui pode expressar a emoção que bate forte no meu peito por te amar.
E me sinto completamente entorpecida por ser assim, tão adolescentemente encantada, e suspiro aliviada por eu ser tão sua.

De Lua - Marcos e Fernando

Quando diz que me ama, me faz sonhar
Me leva pro céu, me faz flutuar
Fico louco da vida se você se isola
Eu querendo aquele abraço e você não dá bola
De lua, você é assim
Uma hora não me quer, na outra tá afim
É sua maneira de ser
É assim que eu te amo e não quero te perder
Só quero sonhar
Aceito o seu jeito de ser
Te amo, é amor pra valer
Felicidade é só com você
Só quero sonhar
Você é o meu sol de verão
40 graus de febre, amor e paixão
Entrego a minha vida pra não te perder

---

Apesar de tudo,
eu senti que
meu coração
doeu quando
meu carinho
te envergonhou.
Mas me perdoa
por ser
tão idiota.

Estúpida !

Sempre fui meio impulsiva, meio emotiva demais, um algo acima do criativo: ridícula.
Sempre tentando marcar com pequenas coisas, e surpresas nas horas erradas.
Passei tempos tentando melhorar; foi difícil, sabe? Difícil lutar contra os instintos do meu coração, contra os impulsos da minha paixão, reprimir aqueles planos mirabolantes para te surpreender. E então, alguma evolução, enfim.
Mas tempos depois algo me fez me esforçar e voltar a acreditar que vale a pena. Pra quê, me diz? Pra voltar a ser ridícula como as minhas vontades? Eu acreditei. E agora ? Todo tempo perdido em vão.
Um mimo bobo qualquer para esvaziar o seu olhar.
Uma surpresa mal feita e imprópria para te contrariar.
Eu só buscava ser diferente, agradar com o inesperado.
E todo esse meu exagero, pra quê ?
Pra envergonhar, pra irritar, pra amolar... ?
Me sinto tola, burra e inconseqüente. Um carinho tão grande em mimos tão pequenos; em troca, um olhar frio. Eu quase pude ler em seus olhos a palavra burra.
Frustada a minha tentativa de emocionar, de receber um afago.
E vão pro LIXO todas aquelas outras coisas que eu passei semanas preparando, e planejava te dar. Inclusive o carinho que eu planejei dar e receber. E também a dedicação que eu envolvi nessas coisas tão simples e tolas.Todas as minhas invenções, os meus papéis milimetricamente picados, as colagens, as lembrancinhas escolhidas com cuidado, enfim, toda essa tralha que representava o meu amor.
Que estúpida eu sou ! Como posso ter acreditado que ia dar certo? Ainda bem que testei antes, e não vou passar por outra estupidez ainda maior que essa.
As mãos cheias da cola, a roupa manchada da tinta, a cabeça cheia de idéias, a casa cheia da bagunça, o coração inundado da empolgação que durante um mês me manteve trabalhando, trabalhando, naquilo que enfim não deve mesmo valer nada.
Eu odeio todas essas coisas que eu gostaria de te dar, mas que me tornam uma grande idiota. Eu só gostaria que a minha paixão tivesse outras maneiras mais maduras de se manifestar.
Argh ! Eu jogo tudo isso fora com o coração partido, pois ainda que seja ridícula, o meu coração, inocente, só tentava se mostrar...
Mas de hoje em diante eu vou tentar ser como as pessoas normais, não me prender em coisas banais e não mais exagerar na emoção.
Felizes mesmo são aqueles com data marcada, com vida planejada. Aqueles que dão os presentes certos nas datas importantes e dizem o 'te amo' prudente na hora exata.
O resto, assim como eu e minhas idiotices, é só bobagem.

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics