Arco-íris

Foi estranho constatar então que eu já não sentia nada. Depois de tantos meses, eu gelei quando entrei por acaso naquele perfil social, e foi louco quando me dei conta de que eu não estava mais incomodada. Por tanto tempo o medo me perseguiu... O medo daquilo que senti naquela tarde, há 5 meses atrás, quando decidi nunca mais olhar pra nada que me remetesse àquela dor. O medo de encontrar naquelas fotos o sofrimento que por um longo ano me assolou.
E agora eu acho maluco ter seu nome na agenda como se nada tivesse acontecido, mas isso simplesmente não me importa mais. É lindo saber que a sua imagem não me causa mais nada, e que finalmente enterrei toda aquela angústia. Confesso que causa uma certa estranheza, que ouvir aquela sua piada repetitiva e simplesmente não achar graça nenhuma me dá um vazio estranho; pois por tanto tempo eu ria de tudo que você dizia, tudo que vinha de você era tão incrível, e agora tanto faz...
Eu tinha medo de escrever e desenterrar as mágoas, de te olhar e ver tudo voltar à tona, mas eu descobri que há muito tempo estou maravilhosamente liberta e apenas não conseguia assumir isso.
Finalmente eu posso encarar tudo como somente mais uma história como tantas outras, com suas marcas e traumas, que ficou no passado. Finalmente o ditado fez sentido, porque quando a chuva acaba é que vem o arco-íris. E essa chuva acabou, o chão já está seco, os olhos já estão secos. No céu agora, só cores vibrantes.

Já disse hoje que você é lindo?

" - E hoje? ", eu perguntava com um sorriso iluminado.
Já sabendo do que se tratava, você respondia se fingindo de inocente " - Hoje o quê?"
" - Eu já disse hoje que você é lindo?"
e te via abrir aquele sorriso divertido enquanto respondia " - Não, ainda não."
Eu me aproximava do seu ouvido com delicadeza, e sussurrava, te fazendo arrepiar, "Você é lindo". Suas mãos apertavam minha cintura na força exata pra me fazer suspirar, e então eu me deitava no seu colo e você me contava sobre o seu dia enquanto percorria com delicadeza os dedos nos meus cabelos. A gente perdia a noção da hora enquanto falava de diversos assuntos e, de repente, quando meus olhos encontravam os seus, profundos, eu já estava nos seus braços num beijo alucinante. A intimidade que foi surgindo aos poucos mexeu comigo e eu sabia que você sentia falta do meu elogio diário também.
Essa rotina deliciosa me perseguia e eu contava os dias, as horas, os minutos pra te ver de novo. Eu sabia que não podia ser, mas não conseguia parar de admirar seu sorriso, não conseguia não me encantar por você. 
E agora eu tento não olhar pro seu "online" ou pr'aquela foto linda que me enviou enquanto trabalhava, mas é inevitável. Eu tento, juro que tento não responder ao seu bom dia mas você tem um imã; e quando vejo já estou derretida e de bandeja pra você.
Aliás, eu já disse hoje que você é lindo?

"Fico dividido, pois a carne é fraca, quando o lance é pele, o coração quem paga" (♫)

Mudanças


Tenho medo do que possa ter mudado em mim sem que eu percebesse. Medo das mentiras que aprendi a contar e do suspiro apaixonado que aprendi a fingir tão bem. Talvez as feridas tenham moldado em mim essa máscara... Eu já não sei se sei viver para alguém.
Tenho medo de magoar pessoas novas como uma vingança subconsciente por ter sido tão magoada pelas antigas. Não sei se quero esse sorriso malicioso no espelho ao mandar uma mensagem tão recheada de mentiras.
Estar em paz comigo mesma é bom, e eu não quero ter que tirar a paz de alguém pra isso. 
Quero conquistar alguém de cara limpa, sem esse arsenal e essa maquiagem pesada, mas tenho medo de nunca mais conseguir ser essa pessoa tão ingênua e transparente que fui minha vida inteira.

Toda mulher deveria saber que fica linda de moletom. A despeito de qualquer opinião masculina, o ar casual traz uma meiguice implícita, a fragilidade do frio e o aconchego do tecido macio conferem naturalidade e carinho, todas as mulheres deveriam entender isso.


Príncipe Desencantado




Eu me senti traída; Na minha imaginação, ele me pertenceu por todos esses 15 anos, era o príncipe, meu príncipe, que algum dia chegaria até mim. Por todo esse tempo ele era meu destino e era p'raquele cabelo loiro que meus pensamentos fugiam quando a vida me maltratava. Ele não tinha o direito de amar outra princesa logo agora que a vida me deu a chance de me aproximar. Eu me senti traída quando ele contou, em tom de entusiasmo, que iria se casar, sem saber da criança que eu era quando planejei me casar com ele, sem sequer imaginar o quanto já fazia parte da minha vida antes mesmo de saber meu nome. Em um segundo o destino quebrou todo esse encanto platônico que cultivei a vida toda e apagou as marcas da minha infância inocente, das histórias que eu mesma me contava até dormir.

Charme Irresistível

Aquele sorriso me enlouquece... Aquela cara de malandro me faz perder o senso de direção, me deixa completamente perdida. Quem dera se ele não fosse realmente um legítimo malandro... Aquela pele tão branca e tão macia é quase um convite, aquele riso de lado parece ter saído diretamente de uma das minhas fantasias mais antigas. É uma pena que esse fascínio se limite tanto, que o charme dele atraia meu corpo porém afaste tanto meu coração. Mas aquele olhar... Ah, quando ele me olha fixo enquanto sorri com o canto da boca, me hipnotiza de uma maneira louca, que me arrepia e me gela inteira. Aquela perfeição toda me tira do eixo.

Livre de culpa, voô.

Ansiosa, destruo as minhas cutículas com os dentes e me desconcentro totalmente de todo trabalho a fazer. É natural que minhas emoções oscilem, isso apenas me deixa mais segura de que a vida tem estado como deveria ser, pois por muito tempo tudo que eu sentia era angústia, e agora eu estou de volta a essa montanha russa maravilhosa que me leva as alturas e mesmo na queda me dá um frio bom na barriga.
Continuo mordendo as cutículas enquanto espero seu "online" se tornar "escrevendo" e ensaio mil vezes o que te falar. O fim desse quase amor também mexeu comigo. Esse sentimento tentou entrar e, acredite, eu também tentei deixar que ele entrasse, mas a porta está trancada e as mágoas engoliram a chave; Não foi fácil te explicar os meus motivos para desistir, e te fazer compreender é impossível. Mas eu tentei, e minha sinceridade me libertou de cargas e culpas desnecessárias, e é um alívio incrível finalmente estar em paz comigo mesma.
Levo uma bronca da manicure, mas ela não sabe a felicidade de estar com as unhas em pedaços mas com o coração inteiro.

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics