Príncipe Desencantado




Eu me senti traída; Na minha imaginação, ele me pertenceu por todos esses 15 anos, era o príncipe, meu príncipe, que algum dia chegaria até mim. Por todo esse tempo ele era meu destino e era p'raquele cabelo loiro que meus pensamentos fugiam quando a vida me maltratava. Ele não tinha o direito de amar outra princesa logo agora que a vida me deu a chance de me aproximar. Eu me senti traída quando ele contou, em tom de entusiasmo, que iria se casar, sem saber da criança que eu era quando planejei me casar com ele, sem sequer imaginar o quanto já fazia parte da minha vida antes mesmo de saber meu nome. Em um segundo o destino quebrou todo esse encanto platônico que cultivei a vida toda e apagou as marcas da minha infância inocente, das histórias que eu mesma me contava até dormir.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics