Insensível

Não sei se é culpa das mágoas ou se é mesmo da rotina diária de um coquetel de remédios, mas dentro de mim tudo está dormente. Sem frio na barriga, sem dor. Parece que uma casca dura se formou e as únicas coisas que conseguem me atingir são as que já estão do lado de dentro. As velhas mágoas, as paranoias de sempre. O que acontece no presente não me afeta, e isso me assusta. Que tipo de monstro eu me tornei? Finjo me preocupar, mas tenho noites tranquilas de sono. Vazio. O mundo está caindo ao meu redor e eu simplesmente não consigo sofrer com isso. Acho que já não estou mais tão normal. Me tornei brutalmente egoísta e sei que tem algo muito errado dentro de mim. 

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics