Meu anjo...

Eu gosto das suas mãos... Fortes, calejadas, com o toque ao mesmo tempo tão firme e tão delicado. Gosto do jeito que acaricia meus braços antes de dormir, e da pressão exata que usa quando aperta com os dedos a palma da minha mão pra me tranquilizar.
Amo o castanho claro dos seus olhos: vivo, vibrante, hipnotizante. E seu olhar de ternura e desejo quando estamos a sós. Aprendi a amar cada uma das suas expressões, reconhecer cada um de seus sorrisos, corresponder cada vez que amanhece e você me olha apaixonado.


Eu gosto do seu ritmo de dança, da firmeza quando me puxa pra dançar. Do seu cheiro e do seu passo, do seu sorriso e do seu laço. Me encanto pela maneira intuitiva como descobre o final dos filmes antes que eu possa adivinhar, e pela sua mania de observar tudo ao redor e guardar as conclusões pra si até que tenha certeza sobre qualquer coisa.
Gosto da maneira como me cuida, cuidadoso como se eu pudesse me quebrar, quando eu choro e soluço feito criança. Da sua maturidade pra lidar com as minhas crises paranoicas e da sua calma pra contornar o meu ciúme; de quem você é e do jeito que me trata, às vezes cauteloso outras vezes afobado, e, mesmo quando te digo pra ser menos estúpido, eu suspiro e tenho a certeza de que meu lugar é exatamente aqui.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics