Tempo

Sei que dizem que vai passar, mas alguém, por favor, tenha a bondade de dizer quando... Os danos que você causou foram profundos demais. Preciso saber quando isso tudo vai parar de doer. Não tem mais a ver com você; quero dizer: não com você no presente. O que você é ou o que faz agora não me afeta. Tem a ver com todas essas feridas que foram abertas e não param de latejar. Já não sei mais o que fazer com os flashs que insistem em vir, diariamente, nos momentos mais banais. Momentos horríveis que me fazem sentir humilhada, derrotada. Fatos já perdidos no tempo que insistem em achar o seu sentido passam na minha mente para me destroçar.
Se o tal remédio é o tempo alguém, por favor, me diga: Quanto tempo

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics