Meu índio quase incógnita


É estranho falar sobre uma ligação tão frágil e ao mesmo tempo tão inquebrável. Apesar da linha tênue entre nós, existe um lugar dentro de mim reservado pra sua lembrança, acredite. Às vezes esqueço que ele está aqui, - mas sempre está -, e por mais que uma outra história tente me preencher por inteira, aquele pedacinho grita seu nome.
Um incógnita. Uns 600km e muitas dúvidas de distância.
Já fazem anos, dá pra acreditar? Sete anos. Éramos crianças e havia pouco da vida pra saber, o mundo era ainda muito grande além do nosso quintal e nós amadurecemos assim: longe um do outro. E agora você completa mais um ano de vida sem que eu tenha tido a chance de te dar um abraço de parabéns. Foram tantos abraços silenciosos e platônicos que já nem sei se saberia realmente te tocar.
Então eu te ofereço o que tenho de mais sincero e mais abrangente: minhas palavras.
Te desejo muitas alegrias, tudo de melhor que a vida possa te trazer. Que o seu dia-a-dia possa ser repleto de pequenas coisas tão grandes: gestos, presentes, sorrisos, palavras, esperança, euforia...
E que em você possa existir sempre um espacinho rodeado de coisas boas, onde eu possa morar e te lembrar em pensamento o quanto te quero bem.
Parabéns, indinho.

1 COMENTÁRIOS:

  1. Obrigado minha indinha, minha eterna indinha. Obrigado por se lembrar princesa linda, And don't forget,The distance doesn't separate two hearts, i love u forever s2

    ResponderExcluir

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics