'Tô bravo, você sabe, eu quero a verdade;
dá um tempo, chega de brincar comigo...
Nem pensa pra inventar... Ah, ta, vou acreditar.
Suas desculpas não fazem sentido.
O seu carro quebrou, o celular pifou, o e-mail não chegou, o trânsito parou...
O dinheiro não deu, a hora esqueceu, furaram o seu pneu, roubaram o que era seu.
Desculpas e papo furado, você não faz questão de ficar do meu lado.
Desculpas, enrolação, não tá dando a mínima pro meu coração.
 

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics