Vem brincar de ser feliz, vem. Eu não ligo se você vai se esquecer de alguma promessa que me fez, ou se vai me olhar com cara de paisagem quando eu disser que tô morrendo de saudade; Mas vem brincar comigo de sorrir sem motivo, de inventar tarde de domingo, de dar amasso escondido, vem brincar de ser casal feliz, vem? Vem brincar de fazer sofá de rede, de bater joelho na parede, vem fingir que a gente manda em tudo e eu vou brincar de te dar o mundo. Vem?

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics