---------------------------------------------------
E de repente eu vi o céu escurecer, e o tempo entristecer; e quando eu vi os pingos caindo lentos, como uma espécie de aviso, eu permaneci parada. As pessoas corriam, as folhas das plantas iam sendo invadidas pela água, e tudo parado dentro de mim. Parado naquele dia em que eu corria com você. A chuva caiu forte e devastadora, e num gesto automático me tranquei na sala com as luzes acesas, me encolhi na blusa de frio. Havia tanta gente em volta, mas o barulho da chuva me causava uma grande solidão. Meu corpo arrepiou-se, anunciando o frio, e imediatamente desejou seu calor.

Meu coração se desesperou, toda uma história passou diante dos meus olhos. Eu preciso de uma maneira de alcançar você.
---------------------------------------------------

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics