Eu não mudei muito. Talvez o vestido um pouco mais justo, ou a maquiagem um pouco mais forte. Quem sabe o cabelo frequentemente solto, ou esse salto um pouco mais alto.
Mas veja só: o mesmo riso fácil, e lágrimas mais fáceis ainda. O mesmo olhar de menina, e o mesmo sorriso bobo. Ainda durmo agarrada ao celular, como chocolate na hora do jantar, ainda tenho pesadelos depois de assistir filmes de terror, e as vezes, confesso, fico sonhando com filmes de amor.
Ainda caio em ilusões e as vezes ainda deixo você me magoar; Eu que achei que estava imune... Eu me engano e erro, mas de vez em quando eu acerto também! E vou caminhando devagar. Eu não mudei muito, mas tem alguma coisa diferente no gesto, só quem corre junto vai conseguir perceber. O mesmo olhar de menina, porém, acredite, a vida tá me obrigando a amadurecer.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics