Eu estou com frio. Não que a temperatura do ambiente esteja realmente baixa, é que dentro de mim alguma coisa parece ter congelado... A única coisa quente são as lágrimas, que queimam meu rosto e escorrem pelo queixo incessantemente. Eu não estou legal. Não quero mais tentar fingir que está tudo bem se por dentro tudo está despedaçado.
As paredes estão rabiscadas com frases desconexas, a casa toda está uma bagunça, a cama está desfeita, tenho comido pouco e saído menos ainda. Frequentemente tenho faltado às aulas e esquecido compromissos. As portas estão trancadas, e não tenho vontade de fazer nada.
Vez em quando eu fingia um sorriso, fingia simpatia no final de semana, mas por dentro, tudo igual. Agora não sinto mais vontade de encarar as pessoas e tentar me manter de pé.
Meu estômago dói, a cabeça dói, e o coração também. Me sinto um pouco tonta, talvez seja culpa dos remédios para dormir que tomei aleatoriamente ontem, tentando me manter sedada ao menos por um tempo. Talvez eu esteja doente. Não importa.
Meus sentimentos se enrolam como serpentes famintas, famintas de mim, com sede do meu sossego.
O barulho da televisão ecoa pela sala, na tentativa de amenizar o silêncio que me agride. 
Eu preciso desabafar, preciso escrever, preciso gritar... Não suporto mais sufocar essa loucura dentro de mim.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics