O dia nasce, o dia vai embora, e eu continuo me machucando com as minhas próprias armas. Eu não sei sentir de outra maneira, tudo vira mágoa dentro de mim e eu vou me corroendo, me desgastando, fazendo tudo se tornar turvo e confuso.
Eu não sei mais ser feliz.
Não consigo esquecer o passado, me perdoar e perdoar as pessoas que me magoaram, não consigo gostar de você, gostar de mim; não consigo gostar do amor.
Não sei mais engolir minha vontade de chorar e fingir que tá tudo bem, parece que não vejo ninguém, não sinto nada, é como se eu não estivesse lá. Fica difícil sair pra trabalhar, pra estudar e até pra conversar com qualquer um. Eu sei que as pessoas pensam mil coisas, mas ninguém sabe como estou destruída por dentro, ninguém entende a dor que eu sinto.
Eu me esforço, eu tento, eu me levanto e finjo levar a vida. Só que dentro de mim a vida não passa. O tempo não passa. A dor não vai embora.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics