Engraçado como a gente se engana porque quer. Como a gente fecha os olhos de propósito pra tanta coisa; pra tentar não se magoar, pra tentar insistir em coisas que queremos (mesmo sabendo que não são a melhor opção), e acabamos nos magoando mais ainda.
E aí vem um dia que cai a ficha; e a ausência clareia coisas que insistíamos em deixar no escuro. Só que dói, e dá saudade, dá vontade de voltar pra ignorância, só pra fingir que podemos tentar mais um pouquinho. Dá vontade de fechar os olhos de novo, mas a luz dói as vistas. Dá vontade de fugir, de odiar, de sumir, só pra não ter mais que querer tanto. Mas depois que se enxerga algumas coisas, dificilmente se pode ignorar novamente. É tanta mentira e tanto desgaste de sentimento que a gente se perde e não sabe o caminho de volta. É tanta luta que a gente entrou em vão, tantos sinais importantes que a gente deixou pra trás, e que no fim das contas, não valeu a pena, que a gente cansa de se enganar e de se humilhar e de fingir que vai ficar tudo bem. Dá raiva e dá mágoa e dá vontade de explodir tudo, mas, principalmente, no fim das contas, dá vontade de se gostar mais e parar de ser tão idiota.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics