Apesar de todas as brigas e mágoas, é no seu colo que choro quando tudo desaba. É você que segura minha mão quando tudo parece rodar; E depois que a festa finda, que a bebida acaba, que a música para, é você que ainda está sempre do meu lado. Quando eu me desespero, é seu cafuné que me conforta, seu abraço que me acolhe. E mesmo na hora da raiva, é nos seus olhos que eu dissolvo todo o veneno que me queima por dentro.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics