Já havia me esquecido daquele cantinho, onde colocar a mala pra ninguém reparar que nunca está totalmente desfeita.
 Tinha esquecido do silêncio, do vazio da casa, da panela com arroz pra um. Esquecido da sensação de abandono que a liberdade traz. 
Tinha esquecido de como eu fazia todos os dias pra driblar a solidão.
Havia esquecido mesmo de como o sol se põe triste daqui de cima...


0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics