Seus olhos eram uma folha em branco. Não tinham aquele brilho, não me reviravam do avesso, não me derretiam nem hipnotizavam;
Mas não causavam mágoas, não eram carregados de lembranças confusas e dores antigas. Eram apenas uma página em branco esperando para ser escrita. E era estranho ter que escrever novas histórias. A mão era cheia de vícios e queria repetir frases.
Dava vontade de voltar e viver apenas relendo antigas histórias, rabiscando por cima das palavras já escritas, mas seus olhos estavam ali, para serem descobertos, e era bom estar com alguém sem o peso das palavras truncadas e feridas mal fechadas.

2 COMENTÁRIOS:

  1. Os olhos nos mostram muito mais do que a aparência, os asiáticos acreditam que cada formato de cada olho é determinante para saber sobre o passado daquela pessoa. E é de lá que veio a frase: Os olhos são a janela da alma.

    ResponderExcluir

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics