É tudo tão claro, pra qualquer um. Dispenso suas meias palavras, ou seu "o problema não é você, sou eu" ou qualquer outra frase clichê e ridícula pra justificar o fato de você não me querer. Eu sou uma idiota, mas não sou uma cega. Seria muito mais digno que você dissesse que não gosta o bastante de mim. Seria mais honesto e mais maduro.
Eu sou uma burra por me deixar envolver por você, uma burra por me apaixonar, mas definitivamente não sou cega, e eu vejo com clareza você se desviar de mim. 
É tudo tão claro, então porque você ainda acha que pode me enganar? Se ainda estou aqui, pode ter certeza que é porque eu quis que fosse diferente, mas eu sei que não é. Se não parti, foi porque eu acreditei que valia a pena aceitar suas mentiras. Mas eu nunca deixei de enxergá-las. Eu escolhi passar por cima de tudo, o que me torna louca, mas não ingênua. O que você realmente pretende com a tosquice das suas desculpas?
Eu vejo você me trocar por uma balada e não sentir falta da minha companhia enquanto a música toca e a bebida não acaba. Vejo você me querer nas noites vazias pra preencher seu espaço ou seu desejo quando não há mais nada. Vejo você barrar a minha entrada na sua vida, meu contato com sua família, seus amigos, sua rotina. E eu realmente sei o que significa tudo isso. Eu vejo você viver de armadilhas, sempre alerta, sempre passando a perna em alguém; tantos truques e você se julgando sempre tão esperto. Mas eu enxergo tudo isso.
Não há nada mais clichê que você, meu querido. É claro que isso não muda o fato de eu ter me apaixonado por você, e não me torna mais esperta, -Pode usar o seu machismo e se vangloriar por isso- mas te torna mais imaturo e indigno ao querer justificar coisas que simplesmente não tem justificativa.
Sim, fui só eu quem me fudi com essa história toda. E é por isso que eu vou partir. Porque sou honesta comigo mesma e assumo minhas próprias culpas e meus próprios erros. Sei minhas dificuldades, minhas carências e minhas limitações. Aceito e assumo: Posso demorar, posso querer voltar pra buscar bagagem que ficou, posso precisar acumular forças pra ir. Mas eu vou. E não que isso faça diferença agora, mas se um dia achar importante amadurecer, ao menos que aprenda a ser honesto.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics