Eu tive meus sonhos roubados. Tive as minhas fantasias anuladas, uma a uma.
Acreditei que o romantismo que eu tinha dentro de mim era imaturidade, e me desvesti dele pouco a pouco. Me fizeram acreditar que a magia que pulsava em mim também era, e fiquei totalmente nua de encanto.
Abandonei tudo que fazia os meus olhos brilharem, me privei da felicidade de ser eu mesma, vesti uma máscara de apatia.
Desacreditei muito cedo de relacionamentos, e acreditei que minha única opção era ser infeliz com alguém.
Eu nunca beijei na chuva.
Nunca fiz um piquenique a dois. Sonhei noites intermináveis com o beijo que nunca aconteceu.
 E quis aquela tarde por tanto tempo, até deixar de gostar das tardes de domingo.
Tomei como verdade única a solidão. Acreditei que duas pessoas não se divertiam juntas, apenas na companhia um do outro.
Odiei dia dos namorados, feriados e aniversários de namoro. Nunca planejei casamento, filhos, cachorro. Nunca perdi a hora conversando com alguém.
Eu tive meus sonhos roubados, e achei que tinham me roubado o direito de ser amada.
Hoje eu sei que amor não é imaturidade, e luto pra recuperar a magia, o encanto e a felicidade de libertar quem eu realmente sou.
Será que é muito tarde para sonhar com a próxima chuva?

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics