Havia mais de dez anos que eu não assistia filmes de terror. Nem de suspense, nem nada do gênero. A minha lembrança do medo era viva. O medo do medo me dominou durante todo esse tempo. Me recordava das noites sem dormir e das percepções distorcidas. Dos vultos e dos barulhos noturnos acelerando meu coração.
Hoje assisti um filme de terror, depois de tanto tempo. E não tive medo do filme. Descobri que tenho medos muito mais constantes, muito mais intensos, duradouros e reais. Aliás adorei assistí-lo para tentar mascarar meu desespero, e isso sim me assustou um pouco. Hoje meus medos são tão maiores que ocultam qualquer medo ingênuo de criança. Hoje a minha pureza de não gostar de filmes de terror acabou. E descobri que agora sou ainda mais medrosa que há dez anos atrás, porque hoje é tudo cruel. Hoje é tudo real.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics