Eu quero esquecer. Quero esquecer do brilho do olho e da curva dos lábios no sorriso. Quero esquecer do cheiro, do gosto, da voz. Quero tentar e não conseguir lembrar do jeitinho dele de me arrebatar... Quero excluir a imagem de cada expressão dele da memória. Quero esquecer de qual lado era aquele riso debochado e do tom exato daquela pele. Eu quero fechar os olhos e não saber. Não saber como era cada detalhe. Quero apagar. Eu quero esquecer. Quero o fim desse sentimento.



0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics