Foi com o tempo que eu aprendi o valor do conforto. Quebrando a cara tantas vezes, e me desgastando dia após dia em nome de sentimentos doentios, de relacionamentos falidos, entendi que o conforto emocional é importante na minha vida. Hoje eu sei não lutar pelo que me mata. Porque hoje sei bem o que quero.
Quero um sentimento que me acrescente, não que me sugue. Quero alguém que me complete, não que me despedace. Quero uma relação que me proporcione mais sorrisos que lágrimas, mais bem estar que desespero. O contrário, eu dispenso. Se os erros vem de mim ou do outro, tanto faz, quero uma relação que me dê paz.

Hoje sei bem o que quero, e entendi que se adaptar é bom, mas aceitar com passividade o que destrói, é burrice. Há sempre uma escolha. 

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não se pode confiar nos olhos quando a imaginação está fora de foco.

Cinderela Compulsiva Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

Web Statistics